União Saúde
Quem tem, tá bem

  • image01
  • image02
26
jun 2014

Saiba como prestar socorros em casos de emergência

Saiba como prestar socorros em casos de emergência

Saiba como prestar socorros em casos de emergência


Conhecer o passo a passo dos primeiros socorros pode ser fundamental para salvar uma vida. E a principal preocupação deve ser com os cuidados iniciais a uma pessoa desacordada, explicam os médicos socorristas Genaro e Nicolau Laitano.

Segundo Genaro, os procedimentos imediatos, quando feitos de maneira correta, podem aumentar em até 85% as chances de sobrevivência de alguém que sofra uma parada cardiorrespiratória. Mas é importante lembrar que, enquanto estão sendo realizados os passos iniciais, uma ambulância já deve ter sido chamada e estar a caminho.

Saiba o que fazer quando deparar com uma pessoa desacordada:

1) Avaliar a situação
Se você encontrar alguém caído e desacordado, deve se aproximar, manter a área segura e começar os procedimentos

2) Desobstruir a passagem de ar
Com a mão esquerda, incline a cabeça e eleve o queixo da vítima para deixar a via área aberta, assim o ar consegue passar mais facilmente. Entretanto, se a vítima tiver sofrido um acidente, como atropelamento ou queda de altura, evite mover o pescoço ou movimentá-la

3) Avaliar a consciência da vítima
Sacuda os ombros ou belisque a vítima para ver se ela reage aos estímulos mecânicos. Também converse com ela, pergunte como está e o que aconteceu para ver se reage aos estímulos verbais

4) Pedir ajuda profissional
Solicite que alguém próximo ligue para o SAMU 192, ou faça contato você mesmo, e peça atendimento informando que está com uma vítima inconsciente (ou outras condições em que se encontre) e o local onde está

5) Avaliar a respiração
Observe se a pessoa apresenta movimentos respiratórios. Se a vítima não responde a estímulos verbais e mecânicos e não respira, ela pode estar em dois estados que representam ameaça iminente à vida: parada respiratória ou parada cardiorrespiratória. Nesses casos, deve ser aplicada a técnica de reanimação até que chegue um atendimento médico especializado. Saiba como proceder

6) Iniciar os procedimentos de reanimação
Posicione as mãos entrelaçadas no centro do tórax, acima do osso esterno da vítima, exatamente entre os mamilos, em cima do coração. Fique com o seu corpo diretamente por cima das mãos, para que seus braços estejam retos e firmes

7) Iniciar os ciclos de massagem cardíaca 
Pressione a região onde estão posicionadas as mãos de forma vigorosa, utilizando o peso do corpo como apoio, de forma que cada movimento gere um afundamento de 5 cm do tórax e numa frequência de cem compressões por minuto, o que significa que você deve fazer mais de uma compressão por segundo. Repita o movimento até o coração voltar a bater ou até o socorro chegar. Não é necessário realizar a respiração boca a boca, se você não se sentir à vontade. Nesse caso, mantenha a massagem cardíaca até a chegada de ajuda especializada. Se você quiser fazer a respiração boca a boca, essa deve ser intercalada com 30 compressões para cada duas ventilações

8) Fazer respiração artificial
Com uma mão, feche o nariz da vítima e com a outra levante o queixo dela. Respire fundo e coloque sua boca sobre a da vítima. Assopre firmemente. Faça isso duas vezes. Observe se o peito da vítima se eleva, sinal de que o ar está indo para os pulmões

9) Com a chegada dos médicos, afastar-se
Assim que a ajuda profissional chegar, você deve deixar o caminho livre para a equipe agir

Fontes: Daniel Fontana Pedrollo, Médico Emergencista da Unidade Vascular do HCPA e Genaro e Nicolau Laitano, médicos socorristas.

Diário Catarinense - Vida e Saúde.

Voltar